Buscar
  • leiabrazil

Você não imagina o que essa mulher teve que superar!


Como você reagiria se fosse a única sobrevivente de um acidente automobilístico que vitimou, ao mesmo tempo, suas três filhas? Como você encontraria forças para encarar o futuro, levando consigo o peso de se sentir responsável pelo acidente, já que era você quem estava dirigindo o veículo?

Essa foi a verdade que a autora dessa obra teve que encarar. O livro “Minha Vida Continua...” é uma autobiografia onde Ingelora de Oliveira, ou simplesmente “Lori”, relata acontecimentos que marcaram para sempre seu destino. O primeiro deles ocorrido na infância, quando teve grande parte de seu corpo queimado. O segundo, justamente o acidente que vitimou suas filhas.

Apesar de, a princípio, parecer trágico, o relato de Lori é uma primorosa reflexão sobre enfrentar seus problemas e encarar o seu futuro acreditando, sempre, ser possível a felicidade. Seus infortúnios serviram para torná-la uma pessoa forte e, ao mesmo tempo, capaz de compreender a vida e as marcas que ela nos deixa.

Minha Vida Continua...” é mais do que uma história. É um livro que merece ser lido especialmente por pessoas que buscam formas para superar seus problemas e continuar em frente, com otimismo e confiança.


Leia um trecho da obra:


..."Quando acordei e olhei ao meu lado, lá estava o Heitor, paciente e calado, velando o meu sono.

Percebi o quanto, neste tempo todo, eu tinha sido egoísta. Esqueci que, como pai, sofria silenciosamente, sempre querendo se mostrar forte e protetor.

Seu coração, com certeza, estava tão fragilizado quanto o meu. E eu destruindo, aos poucos, o que de bom Deus ainda me deixara.

Precisava, mesmo sobre ruínas, reconstruir a minha vida. Minhas filhas não me haviam dito?

- Mãe, volta a ser aquela pessoa alegre!

Será que, apesar de tudo, ainda poderia ser feliz?

Imaginei, então, em minha mente, em meu coração, lindas rosas se abrindo. Elas teriam seus espinhos, mas sua beleza, seu perfume, me acompanhariam nesta nova estrada que se abriria para mim.

Minhas rosas, aquelas tão amadas, que já tinham partido, eu as deixaria caminhar.

Deus, com certeza, sabia o que estava fazendo.

Joguei fora todos os remédios. Minha fé, a cada dia, era fortalecida pela presença e apoio da família e amigos”...

45 visualizações

(47) 99902 5392

©2019 by leiabrasil. Proudly created with Wix.com